INDICAÇÕES

Touca Inglesa

Quimioterapia e o Sistema PAXMAN

A queda de cabelo (Alopecia) durante a quimioterapia pode ser provocada por várias drogas, em diferentes graus de severidade e dependente da dose, modo como são administradas e combinação entre elas.

Esse efeito colateral da quimioterapia pode ser evitado ou reduzido com o uso do Sistema Paxman - Touca Inglesa, a tecnologia de Crioterapia Capilar referência mundial.

Sistema Paxman

Para que tipo de câncer é indicado?

O Sistema Paxman é indicado para pacientes com câncer de mama e tumores sólidos tratados através de quimioterapia por via venosa e com medicamentos que causem alopecia (vide lista completa ao final).

O uso da Touca Inglesa foi liberado pela FDA (Agência Federal de Saúde dos EUA) para o tratamento de tumores sólidos e, desde 2019, é uma recomendação do NCCN* para o tratamento de câncer invasivo de mama dos tipos HER2-Negative g, HER2-Positive j e HER2-Negative.


* NCCN – Rede médica norte-americana dedicada ao atendimento, pesquisa e educação de pacientes com câncer.

Sistema Paxman

Quais são as Contraindicações de Uso?

É contraindicado nas seguintes condições:

Cânceres hematológicos (leucemia, não-Hodking e outros linfomas generalizados);
Sensibilidade ao frio;
Aglutinina ao frio;
Metástase manifestada no couro cabeludo;
Radioterapia no crânio;
Doença hepática e renal grave;
Ablação da medula óssea por quimioterapia.

Sistema Paxman

Quais são os Agentes Quimioterápicos Alopeciantes?


Os agentes quimioterápicos citados abaixo por Princípio Ativo (Nome Comercial), são frequentemente associados à queda de cabelo, de acordo com estudos clínicos.

Caso não encontre aqui o protocolo quimioterápico indicado para o seu tratamento, sinta-se à vontade para nos consultar e obter mais esclarecimentos quanto à adequação do uso do Sistema Paxman - Touca Inglesa à sua terapia.

ATENÇÃO: Consulte também o seu médico para saber quais são os protocolos de tratamento quimioterápicos compatíveis com a Crioterapia.

Amsacrine;
Bleomicina (Blenoxane);
Busulfan;
Capecitabina (Xeloda);
Carboplatina (Paraplatin);
Ciclofosfamida;
Cisplatina (C-Platin, Fauldcispla);
Citarabina (Aracytin CS);
Daunorrubicina (Daunoblastina);
Docetaxel (Taxotere);
Doxorrubicina (Adriamicina, Adriblastina RD, Fauldoxo);
Epirubicina (Farmorubicina CS, Farmorubicina RD);
Etoposide (Vepesid);
Fluorouracila (Fauldfluor, 5-FU);
Gencitabina (Gemzar);
Ifosfamida (Holoxane);

Irinotecano (Camptosar);
Lomustina;
Melfalano;
Metotrexato (Miantrex CS);
Mitomicina;
Mitoxantrona (Mitostate);
Paclitaxel (Taxol);
Pemetrexede (Alimta);
Ralitrexed;
Teniposido;
Topotecan (Hycamtin);
Trastuzumab (Herceptin);
Vimblastina (Faulblastina);
Vincristina (Tecnocris);
Vindesine;
Vinorelbina (Navelbine).